Nós e o tal dinheiro

16/07/2012 | Admin | 902 visualizações | Artigos | sem comentários

Por Clóvis Durans

O dinheiro é um dos muitos instrumentos de troca utilizados por todas as sociedades para transição de bens, serviços ou qualquer coisa que nós seres humanos possamos consumir. Esse instrumento, o tal dinheiro, existe desde sempre, pois sempre as coisas tiveram e tem algum valor, e tendo valor, é preciso pagar por elas. O dinheiro é o mais influente dos vetores na classificação de classes, ou seja, diferenciação entre as pessoas, no mundo. Estando ele diretamente atrelado a sobrevivência, desejos, sonhos e realizações, fica quase impossíveis hoje, num mundo altamente consumista, viver com sua escassez, imaginem sem ele.

Um dos grandes problemas para nós, brasileiros, é que não temos o costume e a cultura de ter em nossa vida própria e em nosso convívio familiar o hábito de administrar esse recurso tão valioso. As falhas em nossa educação em aprender desde criança, o que é e o que significa a nós o dinheiro, abre lacunas para maus comportamentos financeiros quando temos de lidar com seu uso, também existe a falta de iniciativa de boa parte da população, que trata o mesmo com descaso e acabam tendo vários problemas relacionados a esse comportamento.

Façamos então um rascunho de como deveríamos agir a partir de agora, já que o recurso tempo além de escasso não permite retorno. O cenário é o seguinte: Jovens em ascensão econômica, colhendo resultados financeiros de seus esforços, arrecadando o que sua força de trabalho lhe traz no momento, havendo de investir em educação, saúde, bem estar e independência, para realização de planos individuais. Famílias, utilizando de uma ou mais fontes de recursos para manutenção, crescimento e desenvolvimento da entidade família, observando custos coletivos para equilíbrio familiar. Então isso, a partir de agora.

É necessário que se façamos um levantamento minucioso para saber qual é a realidade financeira atual (cada qual no seu cenário), observando e quantificando quais são as fontes e quantidades de receitas e em contrapartida quais são todos os gastos a que estamos expostos. Isso ajudará para traçar um paralelo da situação atual, para com aquela que os esforços serão concentrados. Essa análise pode revelar uma situação positiva, negativa, confortável, desesperadora, otimista ou outros mil adjetivos que possamos encontrar. É necessário que com esses dados façamos um mapa das prioridades, que norteará o atingimento de metas seja qualquer a situação envolvida e partir daí traçamos um plano de ação.

Não esqueçamos que a maior virtude que o dinheiro pode ter é a realização dos sonhos das pessoas, seja qual for, cuidar da saúde, ter bens ou posses, viajar o mundo, ter mais dinheiro, estudar, ajudar aos que não tem. É quando aprendermos qual é realmente o valor do dinheiro para cada um de nós, é que poderemos gozar dele em plenitude. Foquemos os sonhos, primeiro os de curto prazo, depois os de médio e longo prazo, pois isso já foi identificado em nosso plano de ação. Pouco importa se as primeiras ações forem para saldar dividas ou adquirir bens materiais, o que realmente interessa é o sentimento de ter, poupar e ter algo a mais tempo a frente, sem importar sobre o valor monetário das coisas, pois estamos falando de sonhos, e um sonho não tem preço.

Um sonho puxa outro, uma realização puxa outra, assim esse comportamento que tomamos a iniciativa de adotar torna-se característica em nós como seres humanos. Ensinar as crianças e outras pessoas com menos conhecimento, a viver na presença de tantas situações na qual o dinheiro é que tem o poder de decisão se torna fundamental para o desenvolvimento coletivo de uma sociedade.

Sonhemos, façamos planos e saibamos viver em harmonia com as coisas inerentes a nós, homens e mulheres que vivemos esse período da história.

Fonte: Administradores

Tags: , , ,

Deixe um comentario

Insira seus dados ou conecte-se usando sua conta no facebook

Cadastre-se no Gravatar com o mesmo e-mail sua foto aparece junto com o seu comentário.

Newsletter

Erro, e-mail inválido
Loading...Enviando...

  • O que representa maior gasto com seu carro?

    • A prestação do financiamento (41%, 23 Votes)
    • Combustível (39%, 22 Votes)
    • Ainda não tenho carro (11%, 6 Votes)
    • Impostos (9%, 5 Votes)
    • Estacionamento (0%, 0 Votes)

    Total Voters: 56

    Loading ... Loading ...
  1. 1.

  2. 2.

    Contas Online

  3. 3.

    Gbolso

  4. 4.

    Manubia

  5. 5.

    Organizze

Lista Completa


PUBLICIDADE